sábado, 8 de agosto de 2009

Até sempre, Raul Solnado.



Tantas gargalhadas eu dei, ao houvir a tua experiência de guerra.

2 comentários:

GIL VICENTE disse...

D. Mari-lou

Um grande Senhor que "Da Lei da Morte se Libertou"...
Ficará eternamente na memória e no coração daqueles que tanto divertiu e alegrou, daqueles a quem fez sentir a paz na alegria da sua boa disposição, no seu talento para fazer sorrir.

Ontem devo ter errado as minhas contas. Não tomei em conta o momento em que revelou a sua idade.
Às antas, ainda nascemos ambos em 1944.
Estarei enganado?

Um beijinho e deixe-me dizer-lhe que fico muito honrado por me considerar seu amigo.
Amigos dos nossos amigos nossos amigos são, não é verdade?

GIL VICENTE

Lina Querubim disse...

*